Acompanhe:
Livros

A Playlist de Hayden — Michelle Falkoff

A Playlist de Hayden Título: A Playlist de Hayden
Autora: Michelle Falkoff
Editora: Novo Conceito
Ano: 2015
Páginas: 288
Classificação: 4/5
Skoob | Goodreads

Sinopse: Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente. Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava. A PLAYLIST DE HAYDEN é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil.

~

Foi Sam quem encontrou Hayden morto. Ao lado do amigo, um frasco de remédios e uma garrafa de bebida alcoólica igualmente vazios, um pendrive e um bilhete: Para Sam. Ouça. Você vai entender. 

No velório de Hayden, Sam arranja confusão com a Trifeta do Bullying, composta pelo irmão mais velho de Hayden (Ryan) e dois amigos, jogando a culpa do suicídio de Hayden sobre aqueles cuja maior diversão era atormentar sua vida. E é logo após o funeral, em sua loja de comics favorita, que ele conhece Astrid, uma menina que viu no funeral, e que Sam acaba descobrindo ser amiga de Hayden. Mas, até onde ele sabia, ele era o único amigo que Hayden tinha.

Enquanto tenta descobrir quem está conversando com ele usando o username de Hayden em un jogo, tentando provar a si mesmo que não é o responsável pelos ataques que estão ocorrendo contra a Trifeta e desocobrir porque Hayden se matou, Sam ainda tem que lidar com os sentimentos que começa a desenvolver por Astrid, que também parece ter muitos segredos.

 

A proposta de A Playlist de Hayden me lembrou um pouquinho a de Os 13 porquês. A história é interessante e se desenrola mostrando que várias pessoas acabaram se sentindo responsáveis pela decisão de Hayden, exlorando seus motivos e suas histórias individuais. Sam é um personagem bem construído, que evolui com a passagem das páginas. Ele deixa de ser um garoto isolado e de um único amigo e passa a sair de sua zona de conforto, aos poucos. O livro também desenvolve o amadurecimento de sua relação com sua irmã, um pouco do aprendizado de sua mãe, da mãe de Hayden e diversos outros aspectos que geralmente são esquecidos por não estarem profundamente relacionado com o tema principal da narrativa.

Entretanto, achei que o livro deixou a desejar na relação das músicas escolhidas por Hayden com a história. Ao apresentar a premissa de uma playlist, eu esperava que existissem segredos a serem revelados pelas músicas, por suas letras ou significados. Mas a playlist serve apenas de trilha sonora e, ao contrário do que Hayden decreta em seu bilhete, não é ouvindo a playlist que Sam vai entender. Sam entende a escolha de Hayden a partir da convivência com outras pessoas, com outros amigos de Hayden e com as conversas com o misterioso Arquimago_Ged.

De modo geral, eu gostei bastante do livro. Gostei de como o romance de Sam e Astrid se desenvolve como plano de fundo, sem roubar o foco do livro. Gostei de como as peças que esclarecem o que realmente ocorreu na noite anterior ao seu suicídio demoram para ser ligadas mas, mesmo assim, não parece ser uma “enrolação” para que o livro não termine. Tudo acontece em seu tempo.

Onde comprar: Amazon | Submarino | Americanas
52 Livros em 52 Semanas


Compartilhe:
Comente:
Post Anterior Próximo Post

Você também pode gostar de:

13 Comentários

  • Responder Legalmeente Ruiva

    Gostei da sinopse, consegui imaginar só com esse pedacinho hahaha parece bom esse livro, ainda tem esse mistério do porque o amigo se matou, já quero saber o porque.

    Dany Guimarães| Legalmeente Ruiva | Legenda da Trindade
    http://www.legalmeenteruiva.com

    11 de maio de 2016 às 11:41
    • Responder Ana P.

      Que bom que gostou, Dany! (:
      Toda a história é bem legal! Vale bem a pena a leitura

      2 de junho de 2016 às 18:38
  • Responder Davi

    Excelente Artigo, Estou amando visitar este site maravilhoso.

    Parabéns !

    11 de maio de 2016 às 12:19
  • Responder Adriel Christian

    oi, oi.

    ain, desde quando a editora começou o processo de divulgação do livro, só pelo título eu tinha certeza que iria adorar. depois de ler várias resenhas e a tua agora, sei que tenho que lê-lo o mais rápido possível.

    adoro livros “interativos”. uma pena q as músicas não tinham muita relação com o livro. os livros da Paula Pimenta, por exemplo, sempre tinham relação com o capítulo. se tu ainda não leu, deixa eu explicar rapidamente: ela coloca em cada capítulo um trecho de série/filme.

    bjs!
    Não me venha com desculpas

    11 de maio de 2016 às 17:09
    • Responder Ana P.

      Oi Adriel!
      Também fiquei bem curiosa com esse livro desde que comecei a ver ele por aí haha

      Não conheço os livros da Paula Pimenta, mas gostei da ideia dessa relação!
      Nesse livro as músicas tem mais a ver com os sentimentos e memórias do personagem principal, então não são diretamente relacionados, mas se você conhece (ou se for ver) a música, faz ainda mais sentido!

      2 de junho de 2016 às 18:40
  • Responder Bianca

    Li esse livro ano passado e também achei que deveriam ter explorado mais as playlists. Sempre procurava as letras das músicas que iniciavam cada capítulo a procura de uma pista e me decepcionei quando vi que muitas delas não tinham relação com a história.
    Beijos

    12 de maio de 2016 às 22:39
    • Responder Ana P.

      Pois é, eu não fui atrás das músicas, mas grande parte delas eu já conhecia. Pela “sensação” da música eu até conseguia fazer essa relação, mas não era algo que “guiasse” a história :~
      Aquela coisa: tá bão mas podia ser melhor hahaha

      Beijos!

      2 de junho de 2016 às 18:44
  • Responder Mila

    Fiquei curiosa para ler, parece ser bem interessante e mesmo não lendo, achei que a trilha mostraria segredos, mas ainda assim fiquei curiosa para descobrir o motivo…
    Bjs

    http://www.achadosdamila.com.br
    Fanpage – Achados da Mila

    13 de maio de 2016 às 02:33
  • Responder Clayci

    Eu não li esta história, e estou com ela faz tempo na filinha de espera rs..

    Vou tomar vergonha na cara e ler

    13 de maio de 2016 às 19:18
    • Responder Ana P.

      Vai já, menina! É bem rapidinho e gostoso <3

      2 de junho de 2016 às 18:48
  • Responder Bela

    Fiquei feliz que você leu minha indicação (? foi minha né? ahsiuhauihs).
    Acho que esse livro é um dos meus preferidos do ano passado.

    16 de maio de 2016 às 23:17
    • Responder Ana P.

      Acho que não hahaha na verdade não lembro?
      Esse livro tava no Kindle há tempos, li ainda no ano passado mas esqueci completamente de publicar a resenha (shame on me)

      Beijos!

      2 de junho de 2016 às 18:49

    Deixe uma Resposta