Acompanhe:
Livros

Adeus, por Enquanto — Laurie Frankel

Adeus, Por Enquanto Book Cover Adeus, Por Enquanto
Laurie Frankel
Ficção
Paralela
2013
320

A talentosa autora de Atlas do Amor inova em seu segundo romance, no qual conta a história do jovem casal que estendeu seu amor para além dos limites da vida. Não é milagre e nem magia, é pura ciência da computação. Graças ao software que Sam Elling, um divertido programador do MIT, desenvolve, torna-se possível conversar com projeções perfeitas de pessoas queridas que morreram. Assim, ele ajuda sua namorada a superar a perda recente da avó, mas não esperava que um dia fosse precisar se tornar usuário de seu próprio.

Eu tenho essa péssima mania de escolher livros pela capa e pelo título, sem nem sonhar em olhar a sinopse do livro. Então não preciso nem falar que me surpreendi antes da metade do livro. Sam trabalha na sede de um destes sites de relacionamentos, e ele desenvolveu um algoritmo certeiro em apontar almas gêmeas – até mesmo encontrou a sua assim, Meredith (ou Merde). E eu achei que o livro continuaria assim até o final. Mas o sucesso de seu algoritmo coloca a empresa que ele trabalha em risco; afinal, ninguém continuaria pagando um site de relacionamentos após ter encontrado sua alma gêmea.

Enquanto ele aproveita o desemprego para visitar sua namorada, a avó dela morre e, ao ver Meredith afundada no luto, sem perspectiva de se recuperar, decide usar seu grande cérebro nerd para desenvolver um software capaz de criar e-mails a partir do rastro digital de sua avó. (Eu achei isso genial e 100% possível?!) Mas Merde não está satisfeita com uma troca de e-mails com sua avó morta, agora acostumada a não precisar nunca lidar com a perda, ela insiste que Sam desenvolva a possibilidade de gerar conversas em vídeo. Assim nasce RePose (ou Dead Mail), um serviço para que as pessoas possam manter contato com seus eqfs (entres queridos falecidos) e aliviar o processo de luto.

Daí você vem e grita: Você acabou de contar o livro todo?! Não. Apesar de Sam e Meredith serem os personagens principais, o ponto focal do livro não é seu relacionamento (apesar do livro ser considerado um romance) e nem a relação de Meredith com sua avó. A verdadeira questão do livro é o dilema que RePose os impõe sobre a ética, os benefícios e os malefícios que este tipo de serviço e o processo de perda e luto.

Apesar do tema denso (recorrente nos últimos livros que tenho lido), a leitura é igualmente leve. Entretanto, Laurie consegue transmitir efetivamente os varios sentimentos envolvidos nos diversos estágios do luto. Apesar de parecer um enredo razoavelmente “pacato”, a história apresenta algumas surpresas que mudam completamente o rumo da história e mantém o ritmo da leitura acelerado.

Recomendo para: Quem busca uma leitura rápida, mas profunda, que aborda temas complexos com densidade e leveza.

52 Livros em 52 Semanas


Compartilhe:
Comente:
Post Anterior Próximo Post

Você também pode gostar de:

Nenhum Comentário

Deixe uma Resposta