Acompanhe:
Categoria:

Dicas Gerais

    Dicas Gerais

    Dicas para comprar o ar-condicionado ideal

    photo: flickr

    Ninguém discorda que o ar-condicionado é um item imprescindível no Verão, mesmo aqui na minha cidade onde nem é tão quente assim. Só que com o aquecimento global ele acaba sendo fundamental durante o ano inteiro. Lá em São Paulo por exemplo, você morre de calor até no inverno! E se antes era um artigo de luxo, hoje com o avanço da tecnologia esses aparelhos ganharam vários modelos para melhor atender ao consumidor e na hora da compra é bom observar algumas características do produto e qual a sua necessidade.

    Medimos a potência de um ar-condicionado em BTU (British Termal Unit) – Unidade Térmica Britânica – uma unidade que calcula a quantidade de energia necessária para subir a temperatura. Seria como medir a potência de um motor em cavalos e de motos em cilindradas. Mas cuidado, dependendo da situação nem sempre o mais potente é o melhor.

    Quais aspectos preciso levar em conta para escolher o melhor ar-condicionado?

    Para saber qual o melhor tipo de ar-condicionado para você, é preciso considerar vários aspectos. Em tempos de sustentabilidade e dinheiro escasso (não ta fácil pra ninguém), esses itens também garantem pouco consumo de energia. Confira quais são os mais importantes:

    • Tamanho do cômodo
    • Tempo de utilização diária do aparelho
    • Número de pessoas e/ou equipamentos
    • Cômodo é arejado ou fechado
    • Custo com instalação

    Modelos para todos os tipos de consumidor

    Existem diversos tipos disponíveis no mercado. Os mais procurados são: ar-condicionado de Janela e o Split. O primeiro é o tipo mais antigo usado em uma abertura na parede, com todos os seus componentes juntos em um mesmo gabinete. São fáceis de instalar e ainda são maioria nas residências das pessoas. Os prédios antigos e alguns mais novos ainda seguem a linha de reservar espaço em janelas ou paredes para a instalação deste modelo.

    O Split é a evolução da categoria e vem ganhando muita aceitação no mercado, apesar de ser mais caro que o ar-condicionado de janela, sua eficiência e baixo consumo em alguns modelos mostrou que é um aparelho ideal para residências e setores comerciais.

    photo: flickr

    Há diversos tipos de ar-condicionado Split à venda

    O ar-condicionado Split ganhou versões para atender a residências e uso comercial. Confira os principais modelos disponíveis no mercado:

    • Parede: também conhecido como Hi-Wall, ele tem design mais leve e pode ser instalado em casas e apartamentos.
    • Inverter: é uma versão do Split de Parede, consome aproximadamente 60% menos de energia por manter a temperatura no ambiente de forma constante evitando picos de energia. O aparelho com tecnologia Inverter é mais caro, porém a diminuição de gastos com energia elétrica pode compensar o investimento.
    • Windows: é basicamente uma mistura de ar-condicionado Janela e o Split. Ele é instalado nos buracos já existentes na parede.
    • Multisplit: bem parecido com os modelos de Parede convencionais. No entanto, ele permite que você tenha duas ou mais evaporadoras com apenas uma condensadora. É recomendado para espaços muito grandes ou para lugares com vários cômodos que precisam ser refrigerados.
    • Piso-teto: como o próprio nome diz, ele pode ser instalado no piso ou no teto. É indicado para ambientes médios e grandes, sejam eles residenciais ou comerciais.
    • Canto-teto: também, de acordo com o nome, é instalado no teto, mas entre os cantos, no encontro entre duas paredes.
    • Quatro Lados: com quatro saídas de ar, ele permite uma distribuição do ar por todo o ambiente. Sua instalação pode ser feita tanto no centro quanto na lateral ou no canto.
    • Cassete: por último, esse modelo possui até quatro vias para a saída do ar, podendo ser instalado no teto ou no forro.

    Se você tem ou pretende ter ar condicionado na sua casa, deixa aqui nos comentários qual o modelo e compartilhe sua experiência (:

    Um beijo


    Compartilhe:
    Comente: