Acompanhe:
Livros

Cidade dos Etéreos — Ransom Riggs

Cidade dos Etéreos Book Cover Cidade dos Etéreos
O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares #2
Ransom Riggs
Fantasia
Intrínseca
2016
384

Cidade dos Etéreos dá sequência ao celebrado O orfanato da srta. Peregrine para crianças peculiares, em que o jovem Jacob Portman, para descobrir a verdade sobre a morte do avô, segue pistas que o levam a um antigo lar para crianças em uma ilha galesa. O orfanato abriga crianças com dons sobrenaturais, protegidas graças à poderosa magia da diretora, a srta. Peregrine.

Neste segundo livro, o grupo de peculiares precisa deter um exército de monstros terríveis, e a srta. Peregrine, única pessoa que pode ajudá-los, está presa no corpo de uma ave. Jacob e seus novos amigos partem rumo a Londres, cidade onde os peculiares se concentram. Eles têm a esperança de, lá, encontrar uma cura para a amada srta. Peregrine, mas, na cidade devastada pela guerra, surpresas ameaçadoras estão à espreita em cada esquina. E, além de levar as crianças a um lugar seguro, Jacob terá que tomar uma decisão importante quanto a seu amor por Emma, uma das peculiares.

Telecinesia e viagens no tempo, ciganos e atrações de circo, malignos seres invisíveis e um desfile de animais inusitados, além de uma inédita coleção de fotografias de época — tudo isso se combina para fazer de Cidade dos etéreos uma história de fantasia comovente, uma experiência de leitura única e impactante.

~ Pode conter spoilers do primeiro livro. Para ler a resenha do primeiro volume da série, veja:
Miss Peregrine’s Home for Peculiar Children ~

Não vejo como fugir de spoilers do primeiro volume fazendo a resenha do segundo. Então se você – ao contrário de mim – não gosta de spoilers, aconselho que não leia muito atentamente esse post. Em vez disso, volta lá e lê a resenha do primeiro volume, que eu dei muitos motivos para convencer todo mundo a ler esse livro (e ficar de olho no filme que vem por ai!).

No final de Miss Peregrine’s Home for Peculiar Children, as crianças conseguem escapar do que parece uma morte certa e conseguiram ainda resgatar Miss Peregrine das mãos dos wrights. Mas ela parece estar gravemente ferida e presa à sua forma de pássaro. Sem poder se transformar em humana novamente, ela é incapaz de resetar o loop de Cairnholm e apenas utra ymbryne pode ajudá-la. Porém, ao que tudo indica, todas foram capturadas, parte de um plano malévolo dos wrights.

As crianças são obrigadas a encarar o mar – apenas o primeiro desafio -, Londres sendo o destino em vista.

Durante o livro, Jacob começa a aprender mais sobre seu poder; até então, ele acredita ser capaz apenas de sentir e ver um hollowgast, mas um sonho com seu avô lhe leva a crêr que talvez seja capaz de estabelecer uma relação com eles e se comunicar – assim como seu avô. A relação entre Emma e Jacob também cresce, mas sutilmente, quase que completamente obscurecida pelos acontecimentos do livro.

Hollow City é um livro de transição. As crianças estão constantemente em movimento – movendo-se geográfica e temporalmente -, então é um pouco mais difícil de se situar que o primeiro livro da série. Eles passam por uma Londres sendo bombardeada durante a Segunda Guerra Mundial, uma espécie de zoológico (loop de Miss Wren), uma estação de trem em Londres no presente, e outros mais.

Uma das coisas que eu acho mais interessante nesta série é como cada personagem tem fundamental importância. É claro que os principais são Jacob (capaz de ver e se comunicar com Hollowgasts) e Emma (capaz de conjurar fogo em suas mãos e nunca se queimar). Mas existem diversos outros personagens secundários: Olive, Horace, Millard, Claire, Bronwyn,Fiona, Enoch e Hugh – para citar alguns. E, durante a série, cada um deles foi responsável – pelo menos uma vez – por salvar o grupo. Isso não é um tipo de “rodízio forçado”, é algo natural, em que uma habilidade específica é capaz de salvar todos.

Eu diria que essa leitura é um pouco menos interessante que a do primeiro livro, mas não por achar “pior”, e sim por já não ser mais um mundo completamente novo e inesperado – os acontecimentos, entretanto, continuam sendo completas surpresas!

52 Livros em 52 Semanas


Compartilhe:
Comente:
Post Anterior Próximo Post

Você também pode gostar de:

8 Comentários

  • Responder Barbara

    Caracaaa, 52 livros em52 semanas o:
    Adoreeei a capa do livro, e me interessa muitoo livros desse tipo!!! *000*

    beijos, Love is Colorful

    19.11.2015 às 15:33
    • Responder Ana P.

      @Barbara, se ler, conta pra mim o que achou! (:

      29.11.2015 às 14:19
  • Responder Clay

    Como assim eu não conhecia? Que capa e sinopse incrível *_*
    Já quero ler

    22.11.2015 às 10:55
    • Responder Ana P.

      @Clay, os três livros da série são maravilhosos!
      Pena que só o primeiro foi traduzido para o português, então pouca gente conhece :/

      29.11.2015 às 14:19
  • Responder Ana Sophia

    Concordo com a Barbara, a capa é perfeita. Vou programar para ler esse em dezembro. 😀

    26.11.2015 às 22:33
    • Responder Ana P.

      @Ana Sophia, só lembra de começar pelo primeiro: Miss Peregrine’s Home for Peculiar Children (ou “O Orfanato da Sra Peregrine para Crianças Peculiares”) (:

      29.11.2015 às 14:18
  • Responder Ludi

    Li o primeiro livro no ano que saiu aqui no Brasil e gostei tanto que já postei uma resenha no blog!
    Aí, tava super ansiosa pro segundo e quando terminei de ler, pensei “como que eu vou resenhar esse livro?”
    O livro inteiro é spoiler do primeiro, praticamente! Até nem fui no seu post do Biblioteca de Almas pra não estragar a surpresa, já que ainda não li.
    Mas já tenho essa trilogia como uma das minhas preferidas *-* A história é muito instigante e muito linda, do ponto de vista do desenvolvimento do Jacob, como uma transição da infância pra vida adulta.
    Não vejo a hora de sair nos cinemas <3

    24.08.2016 às 12:36
  • Deixe uma Resposta