Acompanhe:
Comportamento

Dê um passo à frente, Empodere-se! #empoderese

tapete-piso-1Real Tapetes, junto com a Inove Tapetes e o Quase Mineira apoiam o empoderamento da mulher <3

O que é empoderamento?

Tentei, em vão, definir com minhas próprias palavras, mas nada fazia sentido quando eu relia. Então vou pegar emprestado a definição apresentada nesse post da Revista Capitolina.

“Podemos entender o empoderamento como um processo pelo qual nos entendemos como parte de um grupo maior, que vai além de nós, além do individual.”

Acaba que o conceito de empoderamento se mistura também com a ideia de sororidade (da qual já falei aqui), de entendermos que não estamos sozinhas no mundo e que precisamos ajudar uns aos outros.

“Os Princípios de Empoderamento das Mulheres”

Lançada em 2010, essa lista criada pela ONU prevê sete princípios para ajudar as empresas e comunidades entenderem como dar mais poderes para as mulheres (lembrando que “dar mais poderes para as mulheres” não significa querer que mulheres superem os homens, e sim buscar igualdade).

Segundo estes princípios da ONU, você empodera uma mulher quando:

  1. Estabelece liderança corporativa de alto nível para a igualdade de gênero. Ou seja: Se você tem um cargo de liderança, possibilite que mulheres também possam ter cargos de liderença.
  2. Trata todas as mulheres e homens de forma justa no trabalho – respeita e apoia os direitos humanos e a não discriminação.
  3. Garante a saúde, segurança e bem estar de todos os trabalhadores, homens e mulheres.
  4. Promove educação, treinamento e desenvolvimento para as mulheres.
  5. Implementa desenvolvimento empresarial, cadeia de fornecimento e práticas de comercialização que deleguem poder às mulheres
  6. Promove a igualdade através de iniciativas e defesa comunitária.
  7. Mede e publica o progresso para atingir igualdade de gênero.

 Avanços femininos através da história

Muita gente interpreta o dia de hoje, 8 de Março, como o “dia da mulher” quando, na verdade, ele foi criado como um símbolo da luta pelos direitos das mulheres, visto que a data tem origem nas manifestações femininas por melhores condições sociais, como trabalho digno, salário justo e direito de voto.

É inegável que a sociedade já passou por diversos avanços em direção à igualdade entre homents e mulheres, conquistando o direito à educação, ao trabalho, ao voto.  Mas também é inegável que ainda há um longo caminho a ser seguido. No Brasil, consigo pensar em dois pontos muito relevantes e claros: a diferença salarial entre os dois sexos e pouca participação em cargos políticos.

 

E como em toda luta, vai ter gente reclamando. Reclamando, principalmente, por perder privilégios, por ver pessoas que considera inferiores ocupando o espaço que considera seu de direito. Por isso é de fundamental importância ter esse tipo de discussão. Vai ter discução em sala de aula, em casa, no Facebook, no YouTube, nos blogs e em tudo que é lugar. Nós do Quase Mineira acreditamos que a visibilidade da luta feminista é de extrema importância, especialmente numa data tão representativa e que acaba “banalizada” – como é o 8 de Março. E, mais ainda, acreditamos na importância de, cada vez mais, pessoas estejam dispostas a falar sobre isso, a atingir outros que – de outro modo – poderiam não ter contato com o assunto.

 

Com isso, indicamos mais três meninas maravilhosas para participar dessa discussão:

#empoderese


Compartilhe:
Comente:
Post Anterior Próximo Post

Você também pode gostar de:

16 Comentários

  • Responder Amanda Inácio

    Que demais! Amei esse post, muito boa a iniciativa!!
    Beijos da Vaca ♡

    http://vacasmagras.com/

    8 de março de 2016 às 19:12
  • Responder Flavia

    Como sempre, você nos trás ótimos posts, do tipo que nos faz refletir e ter vontade de ir a luta!
    Muito bom mesmo! Ameii

    Um beijao!

    8 de março de 2016 às 20:43
    • Responder Ana P.

      É sempre bom ter esse retorno positivo, acho que o mais importante em todas essas questões é a reflexão

      Beijos!

      14 de março de 2016 às 22:30
  • Responder Camila Faria

    Lindo demais ver toda essa discussão sobre empoderamento, não só no dia 08, mas todos os dias do ano! <3

    9 de março de 2016 às 11:24
    • Responder Ana P.

      Sim!
      Dia 8 é só uma desculpa pra “aglomerar” esses assuntos

      14 de março de 2016 às 22:31
  • Responder Mari

    Amei a iniciativa, precisamos mesmo falar cada vez mais sobre o empoderamento feminino, ainda mais no dia 08, em que muita gente parece achar que é uma data somente para se dar flores para as mulheres.
    Beijos
    Mari

    9 de março de 2016 às 11:58
    • Responder Ana P.

      Pois é, me dá uma raivinha esses atos de “gentileza” só pra dar um ~sossega aí~ para as mulheres nesse dia 8

      14 de março de 2016 às 22:33
  • Responder Bela

    O que é sad desse empoderamento é que são coisas que deveriam ser comuns em um mundo globalizado ‘-‘

    9 de março de 2016 às 12:02
    • Responder Ana P.

      Pois é, cai naquela de que respeito é bom e não faz mal a ninguém

      14 de março de 2016 às 22:35
  • Responder Carol R.

    Ainda temos que evoluir muito nesse tema
    bjs

    9 de março de 2016 às 12:51
  • Responder Cris

    Muito bom o texto viu 🙂 E precisamos mesmo falar muito mais sobre empoderamento feminino, para que todos possam realmente entender o que é isso. Apoio muito a ideia 🙂
    Beijos! =**

    9 de março de 2016 às 13:09
    • Responder Ana P.

      Sim, temos que discutir muito ainda sobre feminismo e empoderamento!

      Beijos!

      14 de março de 2016 às 22:41
  • Responder Wanessa

    Concordo com o comentário da Camila aqui em cima 🙂
    bjoka http://diadebrilho.com

    9 de março de 2016 às 15:19
  • Responder Amanda Inácio

    Linda, voltando pra dizer que te indiquei pra uma tag: http://vacasmagras.com/2016/03/09/10-coisas-estranhas-sobre-mim/
    Beijos da Vaca ♡

    http://vacasmagras.com/

    9 de março de 2016 às 18:54
  • Deixe uma Resposta