Acompanhe:
Livros

Em um bosque muito escuro — Ruth Ware

Título: Em um bosque muito escuro
Autora: Ruth Ware
Primeira publicação: 2015
Editora: Rocco
Ano: 2016
Páginas: 288
Classificação: 5/5
Skoob | Goodreads

Sinopse: Alguém irá se casar. Alguém será assassinado. Leonora, conhecida por alguns como Lee e por outros como Nora, é uma reclusa escritora de romances policiais que não sai de seu apartamento a menos que seja absolutamente necessário. Mas quando Clare, uma amiga da escola de quem ela perdera contato há anos, a convida para comemorar sua despedida de solteira em um fim de semana numa estranha casa enviraçada no interior da Inglaterra, ela decide abrir uma exceção. Quarenta e oito horas depois, Lee (ou seria Nora?) desperta em um quarto de hospiral com a devastadora certeza de que alguém está morto. Mais do que se perguntar o que aconteceu, ela precisa descobrir o que fez. Para encontrar uma resposta, Nora (ou seria Lee?) deve revisitar uma parte de si que ela preferiria manter enterrada onde sempre esteve: no passado.

“— As pessoas não mudam — disse Nina com amargura. — Elas só ficam mais habilidosas para esconder o que realmente são.”

Antes de mais nada, queria comentar que, peço menos à mim pareceu que, pela sinopse, nossa personagem principal se tratava de alguém com duas personalidades distintas. Isso não poderia estar mais longe da verdade. Eleonora Shaw era conhecida no colégio como Lee e, após um trauma sobre o qual ela não comenta com ninguém, se isolou de todas as pessoas que conhecia aos 16 anos e passou a ser referida pelo apelido “Nora”.

Dito isso, comecemos:

Na primeira página do livros somos apresentados a uma cena confusa: Leonora corre pelo bosque e tenta parar um carro que está passando pela estrada. Na página seguinte, Nora está no hospital tentando preencher as lacunas de sua memória e entender o que aconteceu no último final de semana e, a partir daí, o livro revesa cenas curtas de Nora no hospital com longas cenas em flashback, reconstituindo o momento em que Nora recebe o estranho convite para a despedida de solteira de Clare, com quem ela perdeu o contato há dez anos. Nina, sua melhor amiga, propõe um pacto: vão juntas.

No início da reunião, Nora conhece os demais participantes da confraternização: Flo, a amiga dedicada e dama de honra, dedicada a fazer de tudo para que Clare tenha a melhor despedida de solteiro do mundo (afinal, ela não pode ter nada que não seja a perfeição); Tom, um escritor de peças de teatro e Melanie, uma amiga da faculdade de Clare que está aflita por deixar seu bebê de seis meses aos cuidados exclusivos do pai pelo final de semana.

A história transcorre com relativa tranquilidade até quase a metade do livro — com exceção de um ou outro surto de Flo por algo que ela ache que ameaça a estrutura da despedida perfeita. É quando, numa brincadeira com uma tábua de ouija escrevendo “assassinato”, que as coisas começam a ficar realmente estranhas. O clima de tensão aumenta e barulhos suspeitos começam a ser ouvidos por todos os hóspedes da casa — e não ajuda que a casa conte com paredes de vidro, deixando seus habitantes se sentindo vulneráveis e observados.

O crime só acontece no início do último terço da obra, que é quando o ritmo da narrativa se acelera e as cenas de Nora no hospital passam a ser mais longas e mais frequentes. Sai de cena a despedida de solteira de Clare e entra em foco a investigação de um assassinato. Em um misto de bloqueio psicológico e consequências do acidente, a falta de memória de Nora sobre os acontecimentos entre o assassinato e sua chegada ao hospital não ajudam em nada e ela logo se vê como foco da investigação policial.

Enquanto Nora faz o que pode para se lembrar dos acontecimentos daquela noite e se inocentar, viajamos por diversas teorias possíveis para o crime daquela noite. E todas elas parecem razoavelmente plausíveis! Essas teorias se degladiam até pouco antes do final do livro: é apenas nas últimas 30 páginas que encontramos a solução do mistério.

Em um bosque muito escuro é um livro intrigante e de leitura muito leve e rápida: eu o devorei em cerca de três ou quatro horas, contando com pausas para fazer um lanchinho. A história é bastante interessante e se revela nos detalhes, coisas que até percebemos durante a leitura mas pensamos que uma coisa tão pequena definitivamente não pode ser tão relevante.

Cada uma das hipóteses colocadas como solução do mistério possui embasamento em fatos anteriores da história, estando tudo muito bem amarrado para levar a dúvida até as últimas páginas do livro, movendo o leitor com aquela velha sensação de que você não pode parar de ler agora.

Onde encontrar: Amazon | Submarino | Americanas | Saraiva | Livraria Cultura


Compartilhe:
Comente:
Post Anterior Próximo Post

Você também pode gostar de:

8 Comentários

  • Responder Dany

    Nossa, que trama intrigante, né?
    Eu sou fã de romances e, mesmo não fazendo muito o meu gênero, eu gostei da história.

    bjOO

    Dany
    Blog Breshopping da Dany
    Conheça também o Breshopping da Dany KIDS

    27.01.2017 às 16:12
    • Responder Ana P.

      Eu sempre falo que depois que a gente dá uma chance pros mistérios, a vida fica mais difícil haha os romances “comuns” perderam completamente o encanto pra mim, tem que ter alguma coisa a mais pra me conquistar agora HAHAH

      Bejos!

      22.02.2017 às 09:28
  • Responder Anita

    Nossa. Amei a sinopse! Já até coloquei no carrinho da Amazon aqui, com certeza esse próximo mês eu já adquiro. Fiquei intrigada, adoro livros com esse tipo de mistério hehe

    27.01.2017 às 23:02
    • Responder Ana P.

      E aí, já comprou? Espero que goste do livro tanto quanto eu gostei! <3

      22.02.2017 às 09:42
  • Responder michelle

    Duas personalidades distintas, já gostei! =)
    Pela sinopse para ser muito bom! Preciso colocar minha leitura em dia!
    Beijoos

    28.01.2017 às 16:48
  • Responder vanessa

    Olá minha linda, sua resenha fez com que eu me interessasse pelo livro. Gostei muito da história.
    Parabéns pelas fotos que utilizou no post, estão perfeitas.
    Beijos.

    meumundosecreto

    29.01.2017 às 09:38
  • Deixe uma Resposta