Acompanhe:
Livros

Fique Onde Está e Então Corra — John Boyne

Eu ando meio corrida e com isso acabo lendo menos, este livro é do mesmo autor de “O menino do pijama listrado” que eu tenho e adoro 

Livro: Fique Onde Está e Então Corra
Autor: John Boyne
Editora: Seguinte
Ano: 2014 / Páginas: 224
Classificação: 5/5
Skoob
Sinopse: Em meio às tragédias da Primeira Guerra Mundial, o amor é a única arma de um garoto para curar seu pai.
Alfie Summerfield nunca se esqueceu de seu aniversário de cinco anos. Quase nenhum amigo dele pôde ir à festa, e os adultos pareciam preocupados — enquanto alguns tentavam se convencer de que tudo estaria resolvido antes do Natal, sua avó não parava de repetir que eles estavam todos perdidos. Alfie ainda não entendia direito o que estava acontecendo, mas a Primeira Guerra Mundial tinha acabado de começar.
Seu pai logo se alistou para o combate, e depois de quatro longos anos Alfie já não recebia mais notícias de seu paradeiro. Até que um dia o garoto descobre uma pista indicando que talvez o pai estivesse mais perto do que ele imaginava. Determinado, Alfie mobilizará todas suas forças para trazê-lo de volta para casa.

Os meus livros favoritos – e os mais tenho na estante – são sobre a Segunda Guerra Mundial e nunca lido nada sobre a Primeira Grande Guerra. Os livros são sempre histórias surpreendente de dor, superação, horrores da Segunda Guerra… Hitler… Hitler… E então, eu comecei a ler a história de Alfie, um garoto de 5 anos cujo pai se voluntaria para a guerra.

Mas não há nada para se preocupar já que tudo vai terminar antes do Natal.

“…só não disseram qual Natal.”

1918. Quatro anos depois, Alfie sem notícias do pai e trabalhando como engraxate da estação Kings Cross em Londres, descobre que seu pai voltou para a Inglaterra quando ele acredita que o mesmo já tinha morrido.

Seu pai, George está sofrendo de uma doença que na época era desconhecida – a neurose de guerra – pessoas que ficam loucas, assombradas pelo resto da vida pelos horrores que viveram durante o combate.

“Fique onde está e então corra, é o que ele dizia. Fique onde está e então corra. Toda noite. Toda noite, Alfie.”

Assustado com as condições do pai em um hospital horrível, Alfie parte em uma missão secreta.

“…pela melhor razão do mundo. Por amor.”

Este livro, assim como O menino do pijama listrado é o melhor relato vivido do preço alto que a guerra obriga inocentes, principalmente as crianças, a pagar.
Vale muito a pena ler!

Onde comprar: Amazon | Americanas | Submarino

Estou aproveitando para convidar quem estiver aqui em Poços até o dia 3 maio, para visitar a 10ª Edição da Feira Nacional do Livro de Poços de Caldas e o Festival Literário (Flipoços) no Espaço Cultural da Urca, eu estarei por lá filmando tudo para vocês. São mais de 80 mil titulos sendo vendidos!

Confira tudo sobre a Feira, no site oficial.

Um beijo


Compartilhe:
Comente:
Post Anterior Próximo Post

Você também pode gostar de:

4 Comentários

  • Responder Alessandra Rocha

    Irônico mesmo é esse livro se encontrar na sessão infanto juvenil das livrarias, ele não me parece lá muito “infanto” mas tudo bem!
    Antes de mais nada: GURIA QUE BLOG LINDO! Amei de paixão essa sua header e quero pra mim, mentira, mas achei linda mesmo assim! Vim aqui outro dia, mas fiquei tão besta fuçando por aí que esqueci de comentar hahaha (ah! Acho o máximo você ser escoteira, acho isso uma coisa super legal/interessante!) eu já peguei esse livro pra folhear várias vezes e sabe Deus porque eu nunca comprei, acho que dá próxima vou levar ele pra casa porque parece bem promissor! Obrigada pela dica heh

    beijo!

    2 de maio de 2015 às 00:52
    • Responder Stephanie Ferreira

      Também não achei muito infantil não, mas né… OMG OBRIGADA por ter curtido o blog <3
      Leeia sim, sério. É muito bom!

      3 de maio de 2015 às 12:40
  • Responder Patty

    Opa, fiquei curiosa! Super vou colocar na minha lista de leitura (junto com o menino do pijama listrado que está há anos por lá #shameonme) HEHEHEHE *-*

    2 de maio de 2015 às 01:49
    • Responder Stephanie Ferreira

      Se você gosta desse tipo de história de guerra você vai adorar, é fofo mas trágico sabe?

      3 de maio de 2015 às 12:39

    Deixe uma Resposta