Acompanhe:
Livros

Lágrimas de Emmeline — Gabriella Regina

Lágrimas de Emmeline Book Cover Lágrimas de Emmeline
Gabriella Regina
Drama
Amazon
2015
81

Emmeline era apenas uma criança quando seu tio a assediou pela primeira vez.
Acostumada a ter os pais distantes, que trabalhavam para poder proporcionar um futuro financeiro melhor para Emmeline, ela ficava constantemente aos cuidados de Tio Billy, irmão de sua mãe, seu padrinho e, diga-se de passagem, seu melhor amigo.
Emmeline mantinha uma amizade forte com o tio, construída em base de muita afeição, confiança e carinho, coisas que ela carecia da própria família. Mas todos os seus laços afetivos com o tio passam a se dissipar quando Tio Billy começa a agir de maneira estranha com ela, dizendo e fazendo coisas que ela não gostava e que faziam-na se sentir desconfortável e suja.
E, com o passar do tempo, Emmeline vê que Tio Billy, na verdade, não é quem ela pensava que fosse, e o amor que nutria por ele se transforma no mais puro medo.

> Trigger warning (aviso de gatilho) <<
Este livro fala sobre abuso sexual. Caso seja um tema delicado para você, evite a leitura do post. 

Lágrimas de Emmeline não é um livro leve.

Emmeline mora com seu pai e sua mãe, mas eles não lhe dão muita atenção, sempre distraídos com trabalho e preocupações de gente grande. Apesar do núcleo familiar pequeno, Emmeline tem uma infinidade de tias e primas, e tem seu tio favorito, o Tio Billy. Toda a atenção que Emmeline não tem de seus pais, Tio Billy supre, não poupando-a de mimos, presentes e elogios.

Cada capítulo do livro é uma lágrima, um episódio de abuso. O primeiro acontece com Emmeline ainda criança, com sete anos. Ela não entende o que acontece quando Tio Billy à toca no meio das pernas, onde apenas sua mãe e seu pai tocavam quando ela se sujava. “Eu devo ter me sujado e ele está me limpando, é só isso”.

Depois disso, Tio Billy pasou tantos anos morando no exterior que Emmeline até mesmo se esqueceu desta ocasião. Mas tudo indica que Tio Billy não havia esquecido. Quando ele retorna ao país, Emmeline já está no início da adolescência, seu corpo está começando a se formar e logo as investidas de Tio Billy voltaram, cada vez piores.

Ele diz que a ama, mas o que ele faz a machuca, suja e dói. Ela não pode acreditar que o amor seja assim tão ruim.

Como disse no início, este não é um livro leve. A leitura é, assim como os outros livros da mesma autora, fácil e fluída. Mas é difícil deglutir seu conteúdo. O assinto é desconfortável, mas a leitura não. As cenas de abuso são pouco detalhadas, apenas o suficiente para entendermos a dor da personagem e o que está acontecendo, mas não se aprofundam a ponto de tornar a leitura perturbadora.

Senti, entretanto, que o final foi um tanto quanto abrupto. Mas não menos adequado. Eu não esperava que a história se encerrasse da forma que se encerra mas, refletindo sobre, sei que era a melhor forma.

Não quero me alongar demais, já que o livro é curto. Só quero ressaltar que tenham cuidado na leitura e comentários sobre o livro. É sempre importante alertar sobre os avisos de gatilho de assuntos delicados como este.

52 Livros em 52 Semanas


Compartilhe:
Comente:
Post Anterior Próximo Post

Você também pode gostar de:

2 Comentários

  • Responder Kimberly Torres

    Fiquei curiosa para ler o livro… é realmente um tema forte e a leitura deve ser agoniante! Vou ler assim que possível. Beijos!
    http://www.contandoumpouco.com.br/

    09.10.2015 às 19:19
  • Deixe uma Resposta