Acompanhe:
Livros

Livros interativos: Mais Keri Smith

Comecei a falar sobre os livros mais conhecidos da Keri Smith aqui, mas ela já tem vários outros livros publicados:

Keri Smith - Livros 2

Living out loud

“Living out loud”, “Vivendo com barulho”, numa tradução literal, é um livro recheado de ideias de atividades para estimular uma vida criativa, te ensinando a descobrir inspiração à sua volta.

Ainda não tive a oportunidade de ver este livro pessoalmente, mas acredito que seja um ótimo livro para atividades infantis!

The Guerilla Art Kit

Por sua vez, este livro mostra como pequenas demonstrações artísticas podem iniciar uma revolução. O livro trás várias ideias de atividades e projetos. Ideias divertidas e dicas úteis para ajudar a liberar sua energia criativa para o mundo, podendo então causar um impacto.

How to be an Explorer of the World

“How to be an Explorer of the World” é algo como um diário guiado, que te estimula a olhar o mundo de uma maneira diferente, percebendo coisas pequenas e colecionando artefatos “comuns”. Apesar de ser um livro interativo, grande parte das interações propostas não é com o livro em si, mas com o mundo. Então, muitas vezes, o livro serve apenas como um guia.

The non-planner datebook

Traduzido pela Intrínseca como “A agenda antiplanos”, Keri Smith trás neste livro a proposta de uma agenda desestruturada, voltada ao estímulo da criatividade e não à organização.

Ele lembra um pouco o método do “Uma pergunta por dia”, mas sem a sensação de obrigação de não pular nenhum dia e com atividades diferentes em vez de apenas perguntas pessoais.

Esse é um dos livros da autora que ainda não tenho, mas que estou morrendo de vontade de comprar!

Keri Smith - Livros 3

The Pocket Scavenger

“The Pocket Scavenger” é, basicamente, um guia para uma caça ao tesouro, buscando pelo mundo uma grande variedade de itens aleatórios. Ache uma mancha verde, algo do ano que você nasceu, um envelope usado… Depois de encontrar seu tesouro, você vai ser instruído a alterá-lo.

Neste livro Keri Smith nos obriga, mais uma vez, a descobrir uma nova forma de pensar e a tentar coisas que você dificilmente faria por iniciativa própria.

Wreck this Journal: Everywhere

Ou “Destrua este diário em qualquer lugar”, é uma versão de bolso do clássico “Destrua este diário”. A proposta é que você leve-o consigo para onde for com mais facilidade que o original. A maior parte das atividades dele são inéditas, mas ainda repete algumas da versão grandinha dele. Pode ser uma boa opção para começar essa vida de livros interativos quando ainda falta coragem pra destruir pra valer.

A vantagem é que, como prevê atividades “externas”, as atividades são mais práticas do que o orinal, que por vezes requer uso de tinta, por exemplo.

The Imaginary World of

Acho que um dos melhor livros interativos, especialmente para crianças/adolescentes: Em que tipo de mundo você gostaria de viver? Imagine algo diferente, melhor ou mais interessante. Esse exercício ajuda a colocar o mundo atual em um estado de mudança.

Mais uma vez trabalhando com os pequenos atos, capazes de iniciar uma revolução, um novo mundo. Um exercício de criar listas e então utilizar estes itens para construir um mundo melhor, o livro encoraja os leitores a se tornarem os revolucionários de suas próprias vidas, descobrindo novas possibilidades ao cruzar as barreiras do comum. <3

The Wander Society

wan·der
verb \ˈwän-dər\
to walk/explore/amble in an unplanned or aimless way with a complete openness to the unknown

Anos atrás, Keri Smith encontrou algumas anotações em código em uma cópia antiga de um livro. Essas anotações foram o começo de um longo projeto e o conhecimento de um grupo conhecido como The Wander Society. Neste livro é possível encontrar os resultados da pesquisa da autora: Um guia da Wander Society, um grupo secreto que leva o ato de wandering (basicamente a exploração não planejada), como estilo de vida.

Aprenda a história do grupo, como a exploração alimenta a mente criativa e como praticar a arte da exploração da melhor forma.

Este é seu livro mais recente e, ao que parece, o mais “adulto” deles. Já estou morrendo de vontade de tê-lo em mãos <3

E vocês? Já conheciam estes?

BEDA 2016 | Quase Mineira


Compartilhe:
Comente:
Post Anterior Próximo Post

Você também pode gostar de:

5 Comentários

  • Responder Clayci

    Estou aqui fazendo a minha lista para pedir de aniversário para vc Ana haiuaahihau

    11.08.2016 às 09:57
    • Responder Ana P.

      A pessoa se empenha pra fazer um post bonitinho e ainda tem que dar presente prazamiga, fácil não tá né? Kd patrocinio da Steh?

      HAUAHAUAHUA :*

      22.08.2016 às 15:37
  • Responder Nicas

    Sempre fico muito tentada pelo The Pocket Scavenger! Mas, né, já falei no outro post que quando o livro chega aqui parace que eu travo. 🙁

    Gostei do the wander, me lembrou a proposta do S (do JJ abrams).

    11.08.2016 às 17:29
    • Responder Ana P.

      Pois é, eu fico tentada com todos HAUAHUAHAU mas o Pocket Scavanger me deixou bem curiosa (especialmente porque ainda nunca vi ele pessoalmente).

      Esse do JJ Abrams não conheço mas já tô indo atrás porque não trabalhamos com limites por aqui HAUAHUA

      22.08.2016 às 15:39
  • Responder VANESSA BRUNT

    Ai, sensacional! Adoro esse tipo de livro, são sempre impulsionamentos maravilhosos para releituras internas e reflexões críticas intensas. Já dei a listinha salva nos favoritos.

    http://www.semquases.com

    11.08.2016 às 21:26
  • Deixe uma Resposta