Acompanhe:
Livros

O Menino de Vestido — David Walliams

O Menino de Vestido Book Cover O Menino de Vestido
David Walliams
Infantojuvenil
Intrínseca
2014
192

 A vida de Dennis não é nenhum mar de rosas - ele foi abandonado pela mãe, não se entende com o irmão, o pai está deprimido e, para piorar, há uma regra em casa que proíbe abraços. Só duas coisas o fazem feliz - jogar futebol e olhar vestidos bonitos. Ele é o atacante do time do colégio e adora a revista Vogue. Durante uma detenção, Dennis conhece Lisa, a menina mais bonita da escola e que também se interessa por moda. Os dois se tornam amigos e passam a se encontrar na casa dela. Até que um dia ela o convence a pôr um vestido e ir à aula fingindo ser uma aluna de intercâmbio. É nesse momento que a vida chata e comum de Dennis se transforma em algo extraordinário.

Era uma vergonha que o pai de Dennis quase nunca o abraçasse. Gordos são bons de abraço. São agradáveis e macios, como um sofá grande e confortável.

Este é um livro infanto-juvenil, o que torna sua leitura extremamente rápida, do tipo ler-tudo-em-uma-tarde. Mas, mesmo sabendo se tratar de um livro infanto-juvenil que provavelmente não se aprofundaria muito na história, eu queria muito ler por conta do título. Apesar disso, eu não sabia o que esperar da história ou dos personagens.

Dennis ainda é um adolescente, ele tem 12 anos e vive com seu irmão – dois anos mais velho – e seu pai. Sua mãe os abandonou quando ele ainda era criança. Seu pai destruiu tudo que o lembrava dela e se fechou completamente, tornando-se uma pessoa dura e fria. Tudo que Dennis tem para se lembrar de sua mãe é uma fotografia levemente chamuscada que ele conseguiu resgatar da ira do pai. Mas, em meio a sua família fria, Dennis é sensível.

Na foto, sua mãe usa um vestido amarelo. Assim como a modelo na capa da revista Vogue que Dennis encontra na banca de Raj. Dennis não pensa muito, apenas esconde a revista em meio a outras compras e leva-a para casa, onde passa a admirar as belas roupas das modelos em segredo. Até que seu pai o descobre.

Dennis recebe a fúria do pai e as brincadeiras do irmão, debochando dele por gostar de roupas femininas. Mas ele também ama futebol! Qual o problema de gostar de futebol e de vestidos?

O que seu pai e seu irmão lhe falam não apaga seu interesse e ele eventualmente se torna amigo de Lisa, a garota popular do colégio. Além de apreciar revistas de moda, Lisa também gosta de desenhar vestidos! Juntos eles veêm revistas de moda e opinam sobre as roupas ilustradas nas fotografias.

Eventualmente Lisa o convence a experimentar um vestido e a deixar que ela o maquiasse. Dennis gosta, até demais, e resiste quando Lisa sugere que ele vá à escola disfarçado de menina, mas acaba cedendo. Com a descoberta, Dennis é obrigado a cumprir suspensão.

Quando parece que o livro desandou e vai reprovar as atitudes de Dennis, a história vira do avesso e se encerra com um final que dá aquela aquecida no coração, sabe?

A crítica social ao sexismo está presente, e é bastante clara. Mas ao mesmo tempo é delicada, adequada ao público ao qual o livro é destinado. Queria ver esse livro como leitura obrigatória nos colégios, em vez de versões adaptadas de Os Lusíadas. A literatura é extremamente importante para informar e ajudar a construir o pensamento de um indivíduo, e acredito que seria muito mais proveitosa podendo incluir questões contemporâneas, em vez de focarmos apenas em grandes clássicos que não atraem a atenção do público infantil de forma alguma.

Recomendo para: Leitura leve, com conteúdo. Leitura para crianças e adolescentes, podendo ser usado para ilustrar alguns dos problemas relacionados ao sexismo na sociedade.

52 Livros em 52 Semanas


Compartilhe:
Comente:
Post Anterior Próximo Post

Você também pode gostar de:

6 Comentários

  • Responder Clay

    Pode parecer bobo, mas sempre que estou pra baixo leio algo infantil hahahahaha
    Tiro proveito das mensagens que o livro passa, adorei a resenha e fiquei com vontade de ler

    16.04.2015 às 14:12
    • Responder Ana P.

      Pois é hahaha vou começar adotar isso. Gostei bastante dessa rapidez do livro (:
      conta pra gente o que achou do livro se ler!

      19.04.2015 às 08:54
  • Responder Fernanda

    Fiquei com vontade de ler! O livro parece ser muito fofo. Não ligo se é infantil ou não, se passa uma mensagem boa, vale a leitura né? <3 Beijoss

    16.04.2015 às 18:07
    • Responder Ana P.

      Pois é! Fazia tempo que eu não lia um livro mais ‘infantil’, acho bom porque é algo rápido (: especialmente se acrescenta alguma coisa pra gente mesmo que nós não sejamos o público-alvo (:

      19.04.2015 às 08:53
  • Responder Mayara Dionisio

    Que gracinha de história! Me deu curiosidade pra conhecer o livro. Obrigada pela dica!
    Um grande beijo! ♥

    17.04.2015 às 13:15
    • Responder Ana P.

      É muito bonitinha mesmo (: conta o que tu achou se ler!

      Beijos (:

      19.04.2015 às 08:52

    Deixe uma Resposta