Acompanhe:
Livros

O Monge e o Executivo — James C. Hunter

O Monge e o Executivo — James C. Hunter | Quase MineiraTítulo: O Monge e o Executivo
Autor: James C. Hunter
Editora: Sextante
Ano: 2004 / Páginas: 127
Classificação: 4/5

Skoob | Goodreads

Sinopse: Você está convidado a se juntar a um grupo que, durante uma semana, vai estudar com um dos maiores especialistas em liderança dos Estados Unidos.
Leonard Hoffman, um famoso empresário que abandonou sua brilhante carreira para se tornar monge em um mosteiro beneditino, é o personagem central desta envolvente história criada por James C. Hunter para ensinar de forma clara e agradável os princípios fundamentais dos verdadeiros líderes.
Se você tem dificuldade em fazer com que sua equipe dê o melhor de si no trabalho e gostaria de se relacionar melhor com sua família e seus amigos, vai encontrar neste livro personagens, ideias e discussões que vão abrir um novo horizonte em sua forma de lidar com os outros.
É impossível ler este livro sem sair transformado. “O Monge e o Executivo” é, sobretudo, uma lição sobre como se tornar uma pessoa melhor.

O Monge e o Executivo — James C. Hunter | Quase Mineira

Este livro deveria ser obrigatório em vestibulares! Comecei a leitura acreditando ser mais um livro de auto ajuda com ideias lindas em um mundo lindo que não seriam aplicáveis em situações reais do mundo real entende? Mas me surpreendi.

John Daily, um gerente bem sucedido acha que esta tudo certo na sua vida: é prospero no trabalho, é casado, tem filhos, tem propriedades… casas, carros e uma boa poupança. Mas tudo isso parece não estar certo porque ele não é um bom líder e se não mudar isso vai acabar perdendo o emprego e o casamento, e sem ao menos perceber, sua vida esta desestruturando.

Decidindo ouvir o pastor de sua igreja, ele se retira por uma semana no Mosteiro João da Cruz e neste cenário incrível do Lago Michigan, EUA que ele participa do curso de liderança que muda sua vida.

Leonard Hoffman, o personagem central desta história, um famoso empresário que largou sua carreira para se tornar monge, nos ensina os princípios fundamentais dos verdadeiros lideres durante esta semana.

O Monge e o Executivo — James C. Hunter | Quase Mineira

Você aprende junto com John e os outros participantes do retiro como se tornar um líder de excelência. Com exemplos claro e aplicáveis na vida real. O livro é tão excelente que devorei em algumas horas, mas não tento enfatizar a importância de sua leitura, separei algumas citações pra vocês:

Liderança: É a habilidade de influenciar pessoas para trabalharem entusiasticamente visando atingir aos objetivos identificados como sendo para o bem comum.

A real capacidade de liderança não fala da personalidade do líder, de suas posses ou carisma, mas fala muito de quem ele é como pessoa. Eu achava que liderança era estilo, mas agora sei que liderança é essência, isto é, caráter.

Recomendo este livro para todas as pessoas, sendo líder ou não você aprende lições para levar à diversas áreas de sua vida. O livro só não ganhou 5 estrelas porque fiquei curiosa com John e como se aplicou as lições em sua vida, mas entendi que ele escreveu o que aprendeu para te ensinar também e não para mostrar sua biografia.

Onde encontrar: Amazon | Submarino | Americanas | Saraiva | Livraria Cultura

Alguém já conhecia este livro?


Compartilhe:
Comente:
Post Anterior Próximo Post

Você também pode gostar de:

14 Comentários

  • Responder Clayci

    Ahhh eu adoro esse livro Ste!
    Li em um momento bemmm complicado, quando estava pensando se largava o meu emprego e não sabe?
    E foi muito importante, enxerguei o apoio que eu não tive com esse livro <3

    6 de setembro de 2016 às 17:00
    • Responder Stephanie Ferreira

      Ele abre os olhos pra muita coisa né e isto que tornou a leitura ótima!

      16 de setembro de 2016 às 14:51
  • Responder Maiele Luz

    Stephanie muitíssimo obrigada por essa resenha, sempre torci o nariz para esse livro por esse título, mas agora depois de ler o seu post já quero ler! Blog lindo o seu! Beijos

    6 de setembro de 2016 às 21:20
  • Responder Luana Soares

    Já me indicaram esse livro algumas vezes e sempre leio ótimas críticas, e apesar da vontade de ler, confesso que rola um pouco de uma preguiça…sabe aquele receio de abandonar o livro? Eu odeio fazer isso.
    Ainda quero tê-lo como lido na minha estante, mas acho que alguns livros tem momentos certos para serem lidos, apesar de nunca ser a hora errada para aprender algumas lições.
    Beijo

    7 de setembro de 2016 às 06:38
    • Responder Stephanie Ferreira

      Eu pensava assim deste livro até começar a leitura! Ele é tão curtinho e tão maravilhoso que tu lê numa tarde e não vai se arrepender porque é maravilhoso!

      16 de setembro de 2016 às 14:37
  • Responder Janeise Santos

    Eu não conhecia o livro, mas me interessei. Eu tô em uma fase da minha vida que preciso ler livros assim e esse me parece uma boa. Vou colocar na minha lista!

    7 de setembro de 2016 às 10:57
    • Responder Stephanie Ferreira

      Depois me fala o que achou Janeise porque é um livro maravilhoso ❤️

      16 de setembro de 2016 às 14:35
  • Responder Mila

    Ste, essa foi a primeira resenha que me deixou curiosa para ler esse livro. Vou procurar ele por aqui.
    Bjs

    http://www.achadosdamila.com.br
    Fanpage – Achados da Mila

    7 de setembro de 2016 às 18:30
  • Responder Poly

    Esse livro me lembra MUITO minha professora de Gestão de Pessoas. Ela sempre indicava livros assim para a gente ler.
    Queria ler há tempos, acho que com sua resenha ele anda mais uns passos na minha lista de leitura.
    Bjuxxxxxx

    7 de setembro de 2016 às 20:31
    • Responder Stephanie Ferreira

      Oba, depois que ler me fala o que achou porque eu me surpreendi, super recomendo!

      16 de setembro de 2016 às 14:28
  • Responder Carol

    Sempre citaram esse livro na faculdade mas nunca tomei coragem. Muitos me disseram que é chato e maçante… então nunca arrisquei. Agora vendo sua resenha, pintou uma vontade de ler e ver qualequee desse livro!

    Beijos

    15 de setembro de 2016 às 08:00
    • Responder Stephanie Ferreira

      Eu também achava a mesma coisa mas não, é muito bacana mesmo e eu terminei rapidão a leitura!

      16 de setembro de 2016 às 13:13

    Deixe uma Resposta