Acompanhe:
Livros

Salem — Stephen King

SalemTítulo: Salem (A hora do vampiro)
Autor: Stephen King 
Primeira publicação: 1975
Editora: Suma de Letras
Ano: 2013
Páginas: 464
Classificação: 5/5
Skoob | Goodreads

Sinopse: Ambientado na cidadezinha de Jerusalem’s Lot, na Nova Inglaterra, o romance conta a história de três forasteiros. Ben Mears, um escritor que viveu alguns anos na cidade quando criança e está disposto a acertar contas com o próprio passado; Mark Petrie, um menino obcecado por monstros e filmes de terror; e o Senhor Barlow, uma figura misteriosa que decide abrir uma loja na cidade.

~

Stephen King tem tanto livro publicado que, se fosse ler um por semana, levaria mais de um ano! Então escolher um título dele pra ler fica difícil. Depois de Carrie (que resenhei aqui), decidi que ia ler os livros na ordem de publicação. E foi a vez de Salem, também conhecido como A hora do vampiro. (Gosto mais do título “Salem”, que esconde por mais tempo o mistério do livro.)

O novo livro de Ben Mears o leva de volta à cidade em que viveu sua infância, Jerusalem’s Lot. Sua intenção era de alugar a famosa Casa Marsten, uma casa abandonada após o terrível caso de assassinato e suicício do casal Marsten. Mas a casa já havia sido vendida para o Sr. Barlow.

Tão logo os novos moradores da cidade chegaram (Ben, Barlow e seu sócio, Straker), fatos estranhos também deram as caras na cidade. Começando pelo desaparecimento de Ralphie Glick e morte de seu irmão, Dany. Com o passar dos dias, mais e mais moradores passavam a se sentir estranhos, e a mudar seus hábitos. Apesar de o título original do livro apontar claramente para vampiros, a chegada a esta conclusão por parte dos personagens se dá aos poucos, especialmente pela incredulidade que circunda o tema.

Ben Mears e Susan, sua namorada, se juntam a Matt Burke, ao doutor Jimmy Cody e ao padre Callahan na tentativa de impedir que essa ameaça se alastre ainda mais pela cidade.

Eu gosto bastante de Stephen King e, apesar de não curtir muito literatura fantástica e nem vampiros, gostei bastante desse livro! Não vou saber dizer quão “fiel” ele é de acordo com as “regras” de vampiros, mas — como é esperado pelo autor e gênero — ele não utiliza do estereótipo vampiro-encantador, se concentrando bastante no caráter predatório da criatura e em seu poder de persuasão.

Apesar de ser o vampiro-maior da cidade, Barlow é praticamente ausente de ações. Seu sócio e servo, Straker, é quem acaba comandando as ações de defesa do mestre, enquanto as cenas de caça e infecção de cidadãos fica por conta dos novos vampiros na cidade.

Pesquisando alguns pontos que eu já não lembrava mais para escrever a resenha, descobri também uma adaptação para a TV duas vezes. Em 1979 como uma série e, em 2004 como um fílme em duas partes. Não assisti nenhum dos dois por enquanto, mas quem sabe rola resenha dos filmes um dia por aqui?

Onde encontrar: Amazon | Submarino | Americanas | Saraiva | Livraria Cultura

52 Livros em 52 Semanas


Compartilhe:
Comente:
Post Anterior Próximo Post

Você também pode gostar de:

14 Comentários

  • Responder Paula Reggiori

    Stephen King é maravilhoso mesmo, deu uma vontade de ler esse livro agora!
    Eu amo coisas de vampiros x.x

    Um beijo!
    Foca no Glitter

    5 de julho de 2016 às 18:21
    • Responder Ana P.

      Eu não conheço muito de vampiros, acho que só li Crepusculo aaaaaaanos atrás e agora esse. Mas Stephen King não tem como errar…

      20 de julho de 2016 às 14:25
  • Responder Giuli Castro

    Eu nao sou mto fã de livros de vampiros nao… Acho que não leria esse…
    Mas achei sua resenha muito bem feita. Parabens!
    Beijos

    5 de julho de 2016 às 20:01
  • Responder Simone benvindo

    Adoro histórias de vampiros. Gostei da resenha.
    Charme-se

    6 de julho de 2016 às 12:35
  • Responder Carol

    Amo os livros do Stephen, esse já está na minha listinha 🙂
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    6 de julho de 2016 às 14:34
  • Responder AMANDA ALMEIDA

    Oi Ana, tudo bem?
    Esse livro parece ser bem interessante. Já li outras resenhas dele, e sempre foi muito elogiado. Confesso que no momento não estou inclinada a leituras assim, mas a dica foi anotada.
    abraços,
    Amanda Almeida

    6 de julho de 2016 às 17:56
    • Responder Ana P.

      Oi Amanda!

      Stephen King é sempre uma boa escolha de leitura de mistério <3

      20 de julho de 2016 às 14:37
  • Responder Thayse

    Gostei muito da dica, fiquei morrendo de vontade de ler. Vou ver se acho livros dele por aqui, nas bibliotecas 🙂 Obrigada!


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    7 de julho de 2016 às 06:02
    • Responder Ana P.

      Com certeza deve ter algum!

      Boa sorte! (:

      Beijos! <3

      20 de julho de 2016 às 14:38
  • Responder Katarina Holanda

    Quem não ficou com vontade de ler agora, né? haha. Amei a dica!

    7 de julho de 2016 às 11:05
    • Responder Ana P.

      HAHAHA que bom que deixei todo mundo com vontade <3

      20 de julho de 2016 às 14:39
  • Responder Clayci

    É difícil não gostar de nenhuma história do autor..
    Não sou ligada a ‘vampiros”, por isso vivo adiando a leitura..

    11 de julho de 2016 às 10:55
    • Responder Ana P.

      Clay, para de adiar e vai ler que é bem legal! E (até onde eu conheço) foge um pouco do clichezão de histórias de vampiros!

      20 de julho de 2016 às 14:40

    Deixe uma Resposta