Acompanhe:
Livros

Série Divergente — Veronica Roth

52 Livros em 52 Semanas

Untitled-2

 

Títulos: Divergente | Insurgente | Convergente
Autora:
Veronica Roth
Editora: Rocco
Anos: 2012 | 2013 | 2014
Páginas: 504 | 512 | 528
Classificação geral: 4/5
Skoob | Goodreads (Divergente)
Skoob | Goodreads (Insurgente)
Skoob | Goodreads (Convergente)

Sinopses: (pode conter spoiler)
(Divergente)
Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que poderá ter desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.

(Insurgente)
Na Chicago futurista criada por Veronica Roth em Divergente, as facções estão desmoronando. E Beatrice Prior tem que arcar com as consequências de suas escolhas. Em Insurgente, a jovem Tris tenta salvar aqueles que ama – e a própria vida – enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor.

(Convergente)
Em Convergente, a sociedade que se dividia em Abnegação, Amizade, Audácia, Erudição e Franqueza encontra-se destruída pela violência e por disputas de poder, marcada pela perda e pela traição. Diante da oportunidade de explorar o mundo além dos limites que ela conhecia até então, Tris não hesita em partir, na esperança de ter uma vida nova ao lado de Quatro – livre de mentiras complicadas, lealdades suspeitas e memórias dolorosas. O que ela encontra, no entanto, é uma realidade ainda mais alarmante do que aquela deixada para trás. Antigas descobertas rapidamente perdem o sentido. Novas verdades explosivas transformam os corações daqueles que ela ama. Mais uma vez, Tris é obrigada a compreender as complexidades da natureza humana – e a si mesma –, enquanto convergem sobre ela escolhas impossíveis.

~

Depois de muito lutar contra, finalmente decidi ler a trilogia Divergente. O meu “lutar contra” não teve nada a ver com a história do livro. Desde que fiquei sabendo um pouco sobre o plot distópico fiquei interessada, mas quando entrei nesse desafio louco meio que prometi à mim mesma que tentaria evitar ler séries porque sempre que entro em uma série entro em um modo de leitura obsessivo que, de modo geral, é muito mais fácil do que ler três livros separadamente. E, exatamente por emendar uma leitura na outra e nunca saber que história pertence a qual livro, quis fazer um post só para a série toda (e manterei ele “raso” para evitar spoilers).

A série Divergente se concentra em Beatrice (Tris) Prior, uma adolescente de 16 anos. Na sociedade em que vive, aos 16 anos os adolescentes têm de escolher uma das cinco facções para se juntar. Durante os testes de aptidão, que servem para ajudar a guiar suas escolhas, Tris descobre que é uma Divergente, apresentando aptidões para a Abnegação, Erudição e Audácia, ela deixa sua família na Abnegação e se submete aos difíceis testes de iniciação da Audácia, envolvendo provas físicas e mentais que colocam a prova a coragem de seus candidatos.

O primeiro “conflito” da série é o cruel teste de iniciação da audácia, mas logo isso perde o foco, quando fica evidente que há algo muito maior no controle, planejando uma destruição em massa. O sistema de facções está sujeito a ruir a qualquer momento e conflitos armados aparecem a cada poucos capítulos.

Os livros têm a presença de ação, estratégia, ficção científica, politica e – não sei se feliz ou infelizmente – romance, que parece ser obrigatório para tornar algo vendável, mas neste caso o romance de Tris e Quatro – o instrutor da turma de iniciandos transferidos – é palpável e real, não é tratado como o romance ideal e platônico de uma garota que nunca teve um namorado.

Enquanto os dois primeiros livros têm a leitura mais rápida, o terceiro é mais demorado e se concentra na parte mais “científica” da coisa toda. Foi este terceiro livro que me deixou um tanto decepcionada e abaixou a classificação da série.

Se você se pergunta se vai ou não gostar da série, eu te ajudo: Se você gostou de Jogos Vorazes, é provavel que goste de divergente também.

Ah! Aproveitem e leiam o post da Steh, comparando o primeiro livro com o filme (aqui).

Onde comprar toda a trilogia: Amazon | Americanas | Submarino


Compartilhe:
Comente:
Post Anterior Próximo Post

Você também pode gostar de:

16 Comentários

  • Responder Maly

    Ainda não li nenhum da trilogia… Mas está na ~eterna~ lista!

    10 de setembro de 2015 às 15:46
    • Responder Ana P.

      @Maly, pois é, ficaram na lista por muito muito tempo! Mas vale a leitura!

      14 de setembro de 2015 às 21:18
  • Responder Lívia

    Eu JAMAIS conseguiria ler um livro por semana… Leio no máximo uns 3 por mês, fuén.
    A série Divergente é uma das sagas que muito quero ler mas que vou esquecendo… esquecendo… esquec… ops. Quando leio vários livros de uma série em sequência tbm tenho essa dificuldade de “qual livro fala do quê”.
    Eu gostei bastante dos dois primeiros filmes, não sei nem por que tô enrolando tanto assim pra ler =P
    Beijo!

    11 de setembro de 2015 às 06:57
    • Responder Ana P.

      @Lívia, poxa, 3 por mês é quase 1 por semana! hahaha Eu estou bem atrasada no desafio, mas só de colocar a meta já li bem mais esse ano do que ano passado inteiro!
      Tenho esse problema de esquecimento com muuuitos livros (e séries de TV também haha). Ainda não vi os filmes, talvez agora seja a hora certa de ver hahaha

      Beijos!

      14 de setembro de 2015 às 21:21
  • Responder Jessica

    Conheci teu blog agora e já ameeei!! <3
    Acho que nunca estive tõ indisciplinada com leitura quanto neste ano =/
    Uma amiga minha leu toda essa série mas eu nunca li :s

    Amei teu blog e já estou seguindo *o*

    11 de setembro de 2015 às 10:31
    • Responder Ana P.

      @Jessica, nunca é tarde pra abrir um livro e começar a ler haha

      Beijos!

      14 de setembro de 2015 às 21:21
  • Responder Isabele

    Nunca me interessei pela trilogia. Aliás, ando sem paciente pra séries de livro…

    11 de setembro de 2015 às 13:34
    • Responder Ana P.

      @Isabele, eu acho séries bem mais fáceis de “disciplinar” a leitura haha

      14 de setembro de 2015 às 21:22
  • Responder Kimberly Torres

    Achava que só eu tinha esse problema de nunca saber qual história pertence a qual livro! hahaha bom saber que não to sozinha! Nunca leio essas séries que ficam ‘famosas’ porque me dá um pouco de preguiça justamente por ser tão conhecido (tenho problemas, acho :P) mas me deu uma leve vontade de dar uma chance pra Divergente. Beijos

    http://www.contandoumpouco.com.br/

    11 de setembro de 2015 às 17:28
    • Responder Ana P.

      @Kimberly Torres, nossa, sofro MUITO com isso. Principalmente quando tem adaptação pro filme, porque dai não faço A MENOR IDEIA de até onde deve aparecer no filme que ‘tô indo ver.
      Eu sabia quase nada sobre divergente antes de ler (também tenho preguicinha da ~popularidade~), mas pelas indicações das amigas que me conhecem pareceu uma boa haha

      Beijos!

      14 de setembro de 2015 às 21:23
  • Responder Clay

    Também evito ao máximo de ler alguma série!!! Fico naquela ansiedade de querer terminar sabe? Isso quando a história começa boa, o segundo deixa a desejar.. o terceiro dá um UP e assim vai hauhauhauauhauha

    Ainda não li esses livros, baixei #confesso, mas sempre vou deixando para depois =/

    11 de setembro de 2015 às 18:30
    • Responder Ana P.

      @Clay, pois é! Com Divergente fiquei num feeling meio Hunger Games, que os dois primeiros livros abordam um “tema” e o terceiro livro aborda outro. Mas fora isso, as duas séries são completamente diferentes.

      Enfim… haha

      14 de setembro de 2015 às 21:25
  • Responder Bianca

    Gostaria de conseguir ler um livro por semana! Eu já vi algumas resenhas dessa série, mas não me interessei muito, não é meu tipo de leitura favorito.
    Beijos

    13 de setembro de 2015 às 11:32
    • Responder Ana P.

      @Bianca, ai é difícil! No começo do desafio era mais fácil, mas agora tenho me atrasado um tanto haha

      Beijos!

      14 de setembro de 2015 às 21:26
  • Responder Stephanie

    Eu amei Divergent e Insurgent, mas ouvi tanta coisa ruim sobre Allegiant que nunca tive coragem de ler. Eu tenho ele na minha estante desde que lançou e eu nem abri.
    Quero ver se tomo coragem de ler antes do filme ser lançado!
    Beijos!

    13 de setembro de 2015 às 12:25
    • Responder Ana P.

      @Stephanie, ai, quando eu estava exatamente na metade do livro minha amiga falou mal dele e eu fiquei meio desencorajada, mas fui forte haha Acho que pra quem já leu 2/3 da série, mal não faz.
      Não li nenhuma resenha, mas não achei ruim não. Fiquei #chateada que o potencial de conflito não foi tão bem explorado, mas não me deixou decepcionada não.

      Beijos!

      14 de setembro de 2015 às 21:28

    Deixe uma Resposta