Acompanhe:
Livros

Quietinho feito um sapo — Eline Snel

Título: Quietinho feito um sapo: exercícios de meditação para crianças (e seus pais)
Autora: Eline Snel
Editora: Rocco (Selo Bicicleta Amarela)
Primeira publicação: 2010
Ano: 2016
Páginas: 128
Classificação: 5/5
Skoob | Goodreads

Sinopse: Neste guia prático e divertido, Eline Snel oferece ferramentas para lidar com os dilemas no processo de desenvolvimento das crianças e esclarece o quanto a possibilidade de transformar a relação familiar está em nossas mãos. Momentos de lazer com a família podem ser boas oportunidades para, através de jogos e brincadeiras que ensinam a meditar, exercitar o estado de presença – aproveitando instantes preciosos para evoluir juntos.

~

Já comentei aqui anteriormente que tenho buscado, há algum tempo, aprender mais sobre o budismo e suas práticas; dentre elas o yoga e a meditação. Mas a meditação é uma prática na qual sempre encontrei muita dificuldade.  Minha lista de afazeres dificilmente tem menos de 10 itens por dia, então parar e não me concentrar em nada por alguns minutos é algo praticamente impossível. E foi por conta dessa dificuldade que esse livro me chamou atenção (e por essa capa fofíssima!).

Quietinho feito um sapo é um livro voltado aos pais de crianças, mas não significa que muito do que é apresentado não possa ser aproveitado por adultos iniciantes na prática da meditação.

Dividido em 10 capítulos curtinhos, o livro começa explicando sobre Mindfullness, a concentração no momento presente, sem preocupações em relação ao passado ou ao futuro. Ao longo dos capítulos, a autora apresenta 11 exercícios fáceis de meditação, bem como explica como podem ser aplicados no dia-a-dia da família. Todos os exercícios estão disponíveis em áudio na página do livro e possuem uma indicação de qual a faixa de idade ideal para cada um deles.

Mesmo sendo exercícios indicados, em sua maioria, para crianças entre 7 e 12 anos, são exercícios que podem ser aproveitados para os adultos.

Eline Snel traz, em poucas páginas, um guia simples para incluir a meditação na vida de uma criança e, com isso, potencializar sua habilidade de auto-conhecimento, já que a meditação nos permite entender melhor como nosso corpo, pensamento e emoções funcionam. O livro é curtinho e a leitura é muito rápida, assim como os exercícios. Então já desbanca desde aí aquela velha desculpa de não tenho tempo.

Quietinho feito um sapo me fez querer voltar no tempo e fazer esses exercícios quando eu era criança, e com a versão mais nova de meus primos e de meu irmão.

Onde encontrar: Amazon | Submarino | Americanas | Saraiva | Livraria Cultura

52 Livros em 52 Semanas


Compartilhe:
Comente:
Post Anterior Próximo Post

Você também pode gostar de:

7 Comentários

  • Responder Larissa

    Olá, tudo bem? Adorei sua resenha e já fiquei doida pelo livro, que parece ser demais!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    7 de dezembro de 2016 às 15:21
  • Responder Livia

    AMEI essa indicação de livro, eu sou super stressada, to querendo mt começar a meditar mas to precisando inicialmente de indicações mais simples , para iniciantes msm

    http://www.tofucolorido.com.br
    http://www.facebook.com/blogtofucolorido

    7 de dezembro de 2016 às 15:49
    • Responder Ana P.

      Oi Lívia!
      Antes de conhecer esse livro, eu usava um aplicativo chamado “Calm” pra meditação. Gostava dele porque você podia escolher quanto tempo tinha pra dedicar pra meditação naquele momento. Eu acabava fazendo 5 minutinhos antes de ir pro trabalho e ajudava bastante <3
      Aí comecei a trabalhar de casa e a rotina foi pela janela hahaa mas fica a dica!

      (e tenta também procurar um espaço de yoga e terapia aí perto de ti! geralmente esses espaços oferecem "aulas" de meditação também!)

      <3

      12 de dezembro de 2016 às 19:11
  • Responder Carol Garca

    Só de ler essa resenha já deu ate uma paz.

    Sempre tive vontade de fazer Yoga, falam que ajuda em tudo no corpo né.. respiração, humor, postura.. Mas tem aquilo né… depois eu vejo, depois eu faço..

    E imagino que delicia deve ser fazer isso com uma criança ^^

    7 de dezembro de 2016 às 21:25
    • Responder Ana P.

      Oi Carol!

      Eu tinha vontade de fazer yoga desde criança, mas meus pais achavam que eu precisava de coisas mais “aceleradas” pra gastar energia. Quando me mudei pra Florianópolis, comecei a morar DO LADO de uma escola de yoga, então foi só questão de tempo.
      Mas não dá pra ficar nisso de “depois eu vejo” porque senão a gente nunca tenta mesmo!

      Procura algum lugar aí por perto e pede pra fazer uma aula experimental!

      Eu faço uma modalidade de yoga que chama “Iyengar”, que usa uns suportes (kuruntas) pra auxiliar nas posturas. Esses suportes acabam fazendo minha mente achar que eu tô fazendo menos esforço, mas me ajudam a forçar ainda mais.
      E ó, poucas coisas me cansam tanto quanto uma boa aula de yoga!

      Boa sorte na busca <3

      12 de dezembro de 2016 às 19:13
  • Responder Clayci

    Será que eu consigo fazer com que meus sobrinhos aproveitem esse livro?
    hahahahah estou tentada a comprar.

    7 de dezembro de 2016 às 22:24
    • Responder Ana P.

      POR FAVOR TENTA <3 nossa, queria muito poder "praticar" essas coisas com umas crianças HAUAHUA

      12 de dezembro de 2016 às 19:14

    Deixe uma Resposta