Acompanhe:
Dicas Gerais

Carro ou não carro, eis a questão.

Photo via Visual Hunt

Photo via Visual Hunt

Cada vez mais o carro é visto como um item obrigatório para a sobrevivência. Mas existem vários fatores a serem considerados antes de tomar a decisão de comprar – e manter – um veículo. E foi por conta de tantos destes motivos que eu abri mão de ter um carro.

O que? Como assim? Sua louca!

Poucos sabem, mas quando eu estava para me mudar pra Florianópolis meu pai resolveu fazer algo que eu nunca imaginei que faria e me deu um carro. Mas em vez de sair por aí pulando de alegria me bateu um pânico sem tamanho. Primeiro: eu tinha acabado de tirar minha carteira de motorista e ainda não tinha confiança para dirigir sozinha em Sorocaba, cidade onde eu morei desde que nasci e que conhecia bem; como eu iria conseguir dirigir sozinha em uma cidade completamente nova? Ainda mais com um péssimo senso de direção? Não ia funcionar.

Mas, além disso, dois outros fatores influenciaram bastante minha decisão:

  • Eu não preciso de um carro

Uma caminhada de 20 minutos separava minha casa da Universidade. Eu teria mais transtornos em pegar congestionamento até lá e encontrar uma vaga para estacionar do que simplesmente caminhar. Além disso, moro ao lado de um terminal de ônibus e a cidade não é muuito grande, então a locomoção por ônibus não é tão complicada assim.

  • Conforto é despesa

Basicamente pagamos por conforto em todos os aspectos do dia-a-dia. Seja porque pagamos mais caro por uma roupa mais confortável ou porque optamos em pagar a taxa do delivery em vez de ir até a pizzaria buscar o jantar. Com um carro não é diferente. Além do valor investido no automóvel, há também despesas de documentação, manutenção, gasolina e por aí vai. E isso não se encaixava (e ainda não se encaixa) na minha realidade.

Dá uma olhada nesse infográfico aqui da QC Veículos que explica direitinho as vantagens e desvantagens de investir num automóvel ❤️

qc-veiculos

E você? Está pensando que talvez comprar um carro seja a solução para os seus problemas?


Compartilhe:
Comente:
Post Anterior Próximo Post

Você também pode gostar de:

24 Comentários

  • Responder Anny

    Isso é verdade, eu acabei de pagar o meu em junho desse ano. Mas tem gente que acha que ter um carro é so ir e colocar gasolina e andar, mero engano… A manutenção sai caro pra kct, e quando tem que trocar os pneus então sai de baixo. Mas acho que no seu caso, foi uma decisão sábia.

    13.10.2016 às 09:30
    • Responder Ana P.

      Nem me fala, Anny! Meu maior medo era esse gasto com manutenção. Ainda mais que é um gasto que existe mesmo que você não use o carro!

      08.11.2016 às 21:01
  • Responder Vickawaii

    Hey hey hey, como assim abrir mão de ter um carro? AHSUIDAH eu concordo com tudo que você disse e, no momento atual, ter um carro para mim é uma despesa desnecessária. Minha mãe sempre acha muuuito estranho eu não querer ter um carro e priorizar coisas ~~~supérfluas~~~ como viagens (não que eu viaje de fato, mas enfim, se eu tivesse que escolher entre gastar X numa viagem e gastar bem mais – para sempre! – num carro, preferiria a viagem), mas a verdade é que não tem necessidade mesmo, ainda mais com o Uber se popularizando. Carro tem que gastar com manutenção, gasolina, estacionamento… Sem contar que Porto Alegre tem cada vez mais carro, cada vez mais trânsito, e temos que buscar alternativas por causa do meio ambiente… Mas apesar de tudo isso, se eu ganhasse um carro eu iria querer, ASDHIUADHUA

    Beijos, Vickawaii <3
    http://finding-neverland.zip.net

    13.10.2016 às 09:31
    • Responder Ana P.

      HAUHAUHA Certamente eu também priorizaria viagens à comprar um carro! Pelo menos na minha situação atual haha

      Beijos!

      08.11.2016 às 21:02
  • Responder Cíntia de Melo

    Gente, que post massa! hahaha
    Confesso que sou #teamcarros, pra mim aqui não é muito pratico não te carro, porém estou sem, porque posso usar o da mamis quando quiser e do namorado também, então decidimos que seria melhor eu vender o meu e pagar outras contas com os gastos que eu tinha hahaha
    Mas em cidades como São Paulo eu não me imaginaria de carro =O
    Mas carros da gastos demais …socorro!
    beijos

    13.10.2016 às 10:00
    • Responder Ana P.

      Oi Cin!
      Pra mim é ao contrário. Acho que se morasse em São Paulo, por mais que o trânsito seja ENORME, seria mais prático ter um carro (por conta da distância entre uma coisa e outra hahaha)

      Beijos!

      08.11.2016 às 21:04
  • Responder Camila Faria

    Oi Stephanie, me identifiquei bastante com você, viu? A gente tomou a decisão de vender nosso carro há alguns anos ~ e foi a melhor coisa que a gente fez. Usávamos super pouco e ele ficava parado na garagem, gerando despesas desnecessárias. Agora a gente aluga quando quer viajar e acabamos gastando MUITO menos do que quando tínhamos um carro sempre à disposição.

    13.10.2016 às 11:35
    • Responder Ana P.

      Acho que o pior do carro é exatamente isso: mesmo sem usar é uma despesa enorme!

      08.11.2016 às 21:11
  • Responder Carolina R.

    Eu sou super do andar a pé, mas não consigo abrir mão do carro, pela comodidade de horarios
    bjs

    13.10.2016 às 12:45
  • Responder Stefanie O.

    Oi xará!
    Adorei o post, muuuuito bom!
    Todo mundo na minha idade já dirige e “tem carro”, eu ainda nem carta tirei e as vezes fico pensando que isso é um grande atraso, já que me ajudaria em muitas questões como ir pra faculdade em maior segurança e voltar, fazer compras caseira sem depender de ônibus, carona ou pernas, ir até a casa do meu namorado ou viajar com mais conforto, sem gastar muito e com mais segurança e pra emergências, como levar mãe e avó no médico e etc., e para essas questões não tenho dúvida alguma de que seria muito útil e que mesmo com o gasto, por ter todo esse ganho, eu não teria muito com o que me preocupar, porém…
    Fazendo as contas nós vemos que fica super pesado porque um carro hoje em dia é um absurdo, pra comprar usado tem muito trabalho com conserto porque né?! sempre dá problema seja com documentação, seja com o caso mesmo, vai ser um gasto enorme só pra tirar e renovar carteira, além do trabalho que é, a gasolina que a cada dia ta mais absurdo, enfim… Compensa muito mais andar de transporte público, claro, não tem o conforto, mas é algo fora que questão atualmente, principalmente porque onde você vai tem transito, tem batida e acidente, onde você vai você tem que pagar estacionamento… Enfim, além de grana vai paciência né.
    Eu queria muito ter um carro e dirigir por causa de conforto, mas eu prefiro sair por ai andando mesmo que eu corto caminho onde eu quero, não tem trânsito e etc. hahahaha, além de não ter $$ pra manter porque só a faculdade é uma facada!! kkkkkkk, hoje em dia eu penso que a gente tem que escolher entre casa ou carro, e nessa questão, tô escolhendo uma casa própria hahaha

    Adorei a postagem! FALEI DEEEEEEEEEEEEEEEEEEMAIS, mas tá valendo <3

    Beijoo!

    http://www.generoproibido.blogspot.com.br

    13.10.2016 às 15:38
    • Responder Stefanie O.

      E, oi Ana!! Prazer, segura o textão ç.ç
      kkkkkkkkkkkk beijo!

      13.10.2016 às 15:39
      • Responder Ana P.

        Oi Stefanie!
        Mas é bem por aí mesmo. Acho que é tão complicado decidir porque tem, realmente, MUITAS vantagens e muitas desvantagens. :~ Mas não liga pra isso de “atraso” não! Cada um tem seu tempo e suas necessidades!

        08.11.2016 às 21:14
  • Responder Teca Machado

    Oi, Ana!
    Antes eu pensava em “como assim ficar sem carro?”.
    Afinal, tenho carro desde os 22 e hoje estou com 28. Mas estou mudando de opinião.
    Na verdade, eu tenho carro, mas só um.
    Quando casei, eu e meu marido tínhamos dois carros, um cada.
    Aí começamos a fazer as contas e a pensar, não fazia sentido dois carros.
    Eu trabalho em casa, minha casa fica a 200m do metrô, meu marido trabalha a 100m de uma estação de metrô e um só estava de bom tamanho.
    Vendemos há 6 meses e hoje vemos que foi a melhor decisão da vida.
    Não conseguiria ficar totalmente sem carro, Brasília é uma cidade que precisa de carro, mas um só já é bom demais!

    Beijoooos

    http://www.casosacasoselivros.com

    13.10.2016 às 15:51
    • Responder Ana P.

      Oi Teca, tudo bem?
      Acho que cada vez mais as famílias estão abrindo mão de ter dois carros (ou mais, no caso de ter filhos). Claro que quando a gente abre mão tem que fazer algumas modificações na rotina, mas geralmente é tranquilo ter um carro só.

      Pensa em quantos carros a menos teriam na rua se todos os casais fizessem essa reflexão/conta que você e seu marido fizeram!

      Beijos!

      08.11.2016 às 21:16
  • Responder Chell

    Eu vivo muito bem sem carro, na verdade algumas vezes prefiro fazer coisas de ônibus a ter que pegar no carro que tem aqui em casa. Ajuda em dias de: chuva, compras de supermercado e viagens! Mas, tudo tem gasto!

    13.10.2016 às 18:52
    • Responder Ana P.

      Bem por aí mesmo, Chell!

      Sempre que preciso de um carro suborno alguém pra me dar uma carona e dá super certo HAUHAUA

      08.11.2016 às 21:21
  • Responder Thami Sgalbiero

    Eu não acho que seja a solução para os meus problemas, mas acho que em uma casa, pelo menos tem que ter 1 carro para emergências, sabe? Em casos de levar uma pessoa para o hospital. Mas também em casos de viajar, passear com a família e coisas assim. Agora, não acho necessário para ir trabalhar, por exemplo. Poderia ter uma regra de se for pra trabalhar, seja só transporte público, táxi ou carro particular. Meus pais vivem reclamando sobre essas desvantagens que foram listadas aí, daí eu fico muito atenta a isso. Daí se eu tivesse carteira aqui em casa, eu iria usar o carro mais do que minha mãe. Porque é desnecessário colocar carro na rua com uma só pessoa dentro né? Seria melhor se tivesse carona, daí as pessoas ajudavam com a gasolina e o transporte seria fácil pra todo mundo, fora que diminuiria o número de carros na rua né? Enfim, adorei o post!

    Beijos!

    13.10.2016 às 20:47
    • Responder Ana P.

      Com certeza, Thami! Também sou da opinião que é importante ter um carro pelo menos na casa praqueles momentos de emergência!
      Acho que a frota de carros na rua cairia pela metade (ou até mais) se todo mundo fizesse um esforço pra conciliar horários e diminuir a quantidade de carros na família.

      Beijos!

      08.11.2016 às 21:22
  • Responder Bárbara Daisy

    Olha Ana, concordo com tudo. Poluição e despesa são as minhas principais preocupações. Meu namorado já tem carro, agora eu só preciso de habilitação. Acho que é o melhor, usar um carro só. Não há necessidade de termos dois.

    :*

    13.10.2016 às 21:05
    • Responder Ana P.

      Boa, Bárbara!
      Boa sorte com a habilitação (:

      :*

      08.11.2016 às 21:30
  • Responder Paula Reggiori

    Esse post! <3
    Eu não sei dirigir e eu já tenho 24 anos e nem me interesso pelo assunto. Eu quero ter uma vida tranquila e confortável sem precisar de um carro. Na realidade eu tenho até birra deles, não gosto mesmo. Muito barulho e poluição :p

    Um beijo,
    Foca no Glitter

    16.10.2016 às 02:44
    • Responder Ana P.

      Eu só tirei a habilitação pra ~caso precise. haha

      Beijos!

      08.11.2016 às 21:32
  • Responder

    Eu tenho 24 anos e vivi muito bem sem carro até, ter de recusar propostas de trabalho na minha área por não ter carro ou não haver uma boa rede de transportes públicos à noite em Portugal, por isso, neste momento ter um carro é solução para os meus problemas 🙂

    Beijinhos ^^

    16.10.2016 às 20:47
    • Responder Ana P.

      Poxa, complicado isso de recusar propostas por conta disso.
      Espero que consiga se resolver aí!

      Beijos!

      08.11.2016 às 21:34

    Deixe uma Resposta